23.7.10



Pois que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se ou destruir a si mesmo?
(Lucas 9:25)

13.7.10

LUGARES AUSENTES
Amaro Vaz

Fez-se tormenta, o mar que eu navegava
Escuridão, a luz que em mim reluzia
Fez-se mais triste a minha alegria.
Fez-se ausência a paz que eu habitava.


Silenciou-se o verso, que chegava
Para trazer-me o sol de cada dia.
Não mais existe a tua companhia
Teus lindos versos, a tua poesia.


Tudo se fez escuro, noite densa
No exato instante em que a alma pensa
Que os dias seriam todos coloridos.


Minha emoção perdeu-se no caminho
Não tenho mais ninguém, ando sozinho
Lugares mórbidos, lugares perdidos.

3.7.10


URUGUAI X GANA



Na minha opinião o jogo mais emocionante que eu assisti dessa Copa. Gana sai na frente. Uruguai empata com o gol de Forlan. Vai pra prorrogação. E no 2º tempo, no finalzinho... no último lance..na hora do grande gol de Gana, o jogador do Uruguai defende brilhantemente com as mãos. Sim! Com as duas. Como um bom goleiro. Vai expulso. Pênalti pra Gana. Vamo lá! Garra! Seu melhor jogador se concentra e bate. Bate. Bate na trave. O que era pra ser a segunda vitória vira a espera. Outra decisão. Decisão nos pênaltis. Uruguai acerta. Gana acerta. Uruguai acerta. Gana erra. Eita! Já era? Não. Uruguai erra também em seguida. A chance ressurge. Rápida. Gana erra! A chance vai agora como um foguete. Uruguai vence. Mas Gana merecia ter ganhado. Nem sempre se consegue o que talvez até merecíamos. Nem sempre a luta, a força, a garra nos leva a vitória. Num jogo pode ser assim. A vida pode ser assim. Cheia de incertezas, as vezes, perdas, mas também com belas jogadas, belos passes. Assisti ao filme Plano B e em um momento um pai diz sobre a paternidade: é horrível, é horrível, é horrível, mas aí tem-se um momento mágico. E depois é horrível, horrível... Não penso bem que se é assim, mas alguns breves momentos da nossa vida podem ser ... É esperar o momento mágico acontecer. O jogo pode ter acabado, mas haverão outras partidas.